,

Como otimizar as finanças com crédito fiscal de ICMS, PIS e Cofins

Lupeon-0012.Blog-01-Header_20170302

O sistema tributário brasileiro é um dos mais complexos do mundo, o que gera muitas dúvidas no momento de recolher os valores e fazer os pagamentos devidos ao FISCO. Um dos tributos que costumeiramente traz dúvidas é o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias), pois ele tem tanto valores a pagar quanto a receber, dificultando o controle da empresa.

Somado ao ICMS, temos outros dois tributos que também devem ser vistos com atenção na área de transportes: o PIS e o COFINS, pois também geram créditos fiscais. Que tal entender como você pode otimizar suas finanças com crédito fiscal de ICMS, PIS e COFINS? Siga em frente!

O ICMS

Toda vez que uma mercadoria é vendida, há incidência de ICMS sobre ela. Quem vende paga o valor do ICMS e quem compra recupera este valor, desde que seja outra empresa, não o consumidor final.

Este imposto é diferenciado para cada estado, o que complica o controle das empresas de transporte no momento de fazer o cálculo correto de quanto se deve pagar ou receber, o que pode vir a gerar multas, se feito da maneira errada.

Para obter crédito de ICMS, o transportador deve ter feito o recolhimento do imposto anteriormente, gerando um crédito para você. E como saber se ele fez isso? Conferindo as CTes uma a uma, a fim de evitar que estes recursos sejam desperdiçados por falta de controle.

Frequentemente, as empresas deixam de obter crédito de ICMS por falta de conhecimento, portanto, seguem algumas das situações em que você pode recuperar valores significativos para a manutenção do seu negócio:

shutterstock_542738674

Fretes CIF: o valor incidente de ICMS sobre o frete CIF, quando decorrido de venda de mercadorias, pode ser recuperado pela empresa;

Aquisição de bens imobilizados: para saber se você tem direito a crédito de ICMS por aquisição de bens imobilizados, basta conciliar os códigos de entrada com as contas contábeis.

Aquisição de combustível: transportadoras também podem ter o ICMS recuperado ao adquirir combustível, mediante a apresentação de nota fiscal pela compra.

Crédito de PIS e Cofins

No que tange ao PIS e Cofins, só pode haver crédito nas operações de venda, ou seja, a transportadora que oferece frete pode ter valores recuperados de PIS e Cofins mediante comprovação das operações, assim como o vendedor que se utiliza dos serviços de frete da transportadora, desde que este custo seja arcado pelo remetente das mercadorias.

Para que seja possível fazer a recuperação de crédito de ICMS, PIS e Cofins, a empresa precisa ter a escrituração fiscal em dia, o que exige um trabalho cuidadoso na organização e controle dos documentos que comprovam todas as operações e o direito ao crédito fiscal.

É por essa razão que boa parte das empresas que se utilizam de serviços logísticos preferem contar com sistemas de gestão que automatizem e facilitem a gestão fiscal, fazendo a conferência dos CTes automaticamente, assim como a escrituração fiscal, a fim de prestar contas ao Fisco com maior segurança e rapidez.

Você também quer esta facilidade para sua empresa? Entre em contato conosco, temos a solução que você precisa!

Lupeon-0011.ebook-BannerChamada_20170216